blog shbarcelona català   blog shbarcelona español   blog shbarcelona français   blog shbarcelona english   blog shbarcelona russian   blog shbarcelona russian   blog shbarcelona   blog shbarcelona
Residência

Casas do Futuro

Casas do futuro permitirão o controle via aplicativos para dispositivos móveis
Marcel
Escrito por Marcel
Avalie este post

Hoje, neste artigo de ShBarcelona, nós queremos falar das novas casas do futuro, as novas construções que vão ter muito que dizer sobre a nova tendência relacionada com os edifícios que nos darão abrigo para os próximos tempos.

Existem várias modalidades interessantes que podem cobrir as necessidades de qualquer um em ocasiões de dimensões minúsculas, como as tiny houses (pequenas casas), ou as novas casas préfabricadas, que nada tem que ver com as cabanas de madeiras que todos temos em mente.

Artigo relacionado: Quanto devemos gastar em obras para vender nosso apartamento?

Descubra as novas casas do futuro

Smart homes

O conceito de smart home se forjo na Microsoft quando chegou a hora de criar a casa do século XXI. Trata-se da possibilidade de administrar todas as funções do lar através de qualquer dispositivo.

As vantagens que esta casa inteligente adiciona é um controle absoluto da habitação por meio de um painel digital.

Entre outras funções, a smart home dispõe da possibilidade de adminsitrar a distância funcções como subir as persianas automaticamente, reproduzir mensagens da secretária eletrônica, por músicas de fundo, desconectar o telefone, o interfone, diminuir a intensidade das luzes, controlar a calefação, iluminação e outros aspectos do lar.

Casas do futuro estão integradas com tecnologia móvel

Foto de geralt via Pixabay

Hoje em dia é habitual que muitas casas disponham deste serviço, com mais ou menos funcionalidades, que cada vez vão aumentando. Inclusive através da voz é possível administrar os diferentes elementos.

Também é possível fazê-lo através dos dispositivos móveis sem a necessidade de estar em casa, ou seja, a distância para ter a casa aquecida ao chegar ou, se dispomos de determinados robôs de cozinha, para ter a comida preparada. O que mas se pode pedir?

Artigo relacionado: Os bairros mais seguros de Barcelona

Tiny houses

Enquanto alguns países desenvolvidos o tamanho das habitações foram diminuindo, em outros aconteceu ao contrário. O principa motivo desta ascenção é a demonstração de uma melhora no status econômico. O espaço é um luxo e muitas vezes uma casa grande é sinônimo de boa condição financeira.

Também existe um movimento contrário ao “quando maior, melhor” impositivo em alguns países. Trata-se de um movimetno que valoriza o uso de casas menores, que dispõem de todas as necessidades para ter uma vida confortável.

Devido a crise financeira iniciada em 2008, o movimento de habitação a pequena escala resultou ser mais interessante, postulando-se como uma opção mais acessível, com menos gastos de manutenção e contaminação.

De qualquer forma, se trata de uma opção com pouca demanda, que  não encontra espaço em algumas sociedade onde muitas pessoas valorizam o espaço em relação a qualquer outra coisa.

Os preços destes imóveis são, como não poderia ser de outra maneira, mais econômuicos que os de casas mais amplas, embora disponham de todos os serviços necessários para um lar, otimizando ao máximo o espaço e criando ambientes personalizados para todas as comodidades.

Casas pré-fabricadas tendem a ser mais econômicas

Foto de ArmbrustAnna via Pixabay

Casas pré-fabricadas futuristas

Outra das alternativas de construção que estão desenvolvendo na Espanha são as casas pré-fabricadas. Trata-se de habitações construídas a partir de peças padronizadas, que são fabricadas com antecedência num lugar determinado e terminam sendo transportadas ao lugar que finalmente ficarão.

Sem dúvida, o preço dessas habitações é um dos motivos que impactaram o mercado espanhol. São entre 30% a 40% mais econômicos que uma habituação convencional com os memos metros, serviços e qualidades.

Existe uma grande variedade de casas pré-fabricadas, desde pequenas casas destinadas a serem pequenos armazéns pessoais a grandes construções modernistas e com as últimas tecnologias.

Os materias mais utilizados são a madeira e o concreto armado. A capacidade de personalização é máximo, assim podemos ter a casa de nossos sonhos por um preço muito mais econômico do que com uma construção tradicional.

O que você acha das novas tendências no mercado de habitação? 

Sobre o autor

Marcel

Marcel

Deixe um comentário