blog shbarcelona català   blog shbarcelona español   blog shbarcelona français   blog shbarcelona english   blog shbarcelona russian   blog shbarcelona russian   blog shbarcelona   blog shbarcelona
Lazer e cultura

O Ciclo de Cinema de Mulheres

Rodrigo
Escrito por Rodrigo

Historicamente, alguns talentos femininos foram deixados no esquecimento, apesar de seus êxitos e contribuição para a sociedade. Atualmente, nesta nova era da revolução e da reivindicação do talento feminino, a Prefeitura de Barcelona propõe um ciclo de cinema sobre mulheres, a fim de colaborar com um movimento, o feminista, que parece imparável. Neste artigo, ShBarcelona apresenta o Ciclo de Cinema de Mulheres, iniciado em 2018. Aproveite para conferir quais produções você ainda poderá assistir.

Artigo relacionado: Os melhores cinemas de Barcelona

O cinema feminino como reivindicação

Foto por Pixabay

Durante o ano de 2018, a Prefeitura de Barcelona decidiu projetar um ciclo de cinema em que a mulher fosse a grande protagonista. Trata-se de uma iniciativa que chega em um momento de destacada reivindicação feminista, em que a voz feminina foi potencializada em quase todas as esferas da sociedade, sobretudo nas que era pouco notada. O ciclo teve início em 18 de maio, e a primeira projeção nos levava a uma reflexão: Figuras Ocultas, uma produção que evidencia a importância do desempenho de três mulheres, inteligentes e com boa formação, cujo trabalho na NASA não foi reconhecido pela sociedade americana nos anos sessenta, por serem mulheres e, além disso, negras.

No dia 31 de maio, foi exibido Bar Bahar, entre dos mundos, uma história de três mulheres palestinas, residentes em Tel-Aviv, que lutam para terem uma vida normal em uma cultura e em um território aos que, inicialmente, não conseguem se adaptar. Posteriormente, em 4 de julho, o filme escolhido foi La bicicleta verde, a primeira produção para cinema escrita e dirigida por uma mulher na Arábia Saudita, e que reflete o complexo mundo em que vivem as mulheres desse país. Nesse filme, uma garota saudita, cheia de esperança, deseja ter uma bicicleta, mas dizem que não pode ter uma por ser uma menina, e não um menino. Ela, entretanto, não se rende facilmente. Trata-se, portanto, de um reflexo do que acontece em alguns países, onde coisas tão simples se tornam uma aventura cheia de obstáculos para meninas e mulheres.

Foto por Pixabay

As duas projeções que ainda serão feitas acontecerão nos dias 30 de setembro e 7 de outubro. A primeira delas será Maudie, el color de la vida. Uma história de amor e belas pinturas de uma artista autodidata que ganham notoriedade: esses são os fios condutores do filme, baseado na história real de uma pintora canadense reconhecida como uma das melhores artistas folk de seu país. A exibição do filme terá início às 21h30, na Plaça Joan Pelegrí, sendo um dos eventos programados para a Festa Major d’Hostafrancs.

Artigo relacionado: Cursos de cinema em Barcelona

A última projeção do ciclo de cinema acontecerá na Plaça Comas, às 21h, em colaboração com a Taula de Dones (Mesa de Mulheres), do distrito de Les Corts. O filme chileno Rara mostrará o dilema que enfrentam as lésbicas perante os setores da sociedade que desaprovam a constituição familiar por pessoas do mesmo sexo. Um dilema que, por outro lado, não afeta as duas filhas, que tratam com normalidade o fato de sua mãe reconstruir a vida com outra mulher. Uma nova realidade, porém, chocante para as demais pessoas.

O que acha dos filmes propostos para o Ciclo de Cinema de Mulheres?

Avalie este post

Sobre o autor

Rodrigo

Rodrigo

Tradutor, professor de idiomas e redator do portal de notícias Aqui Catalunha, o primeiro em língua portuguesa exclusivamente dedicado à Catalunha.

Deixe um comentário