blog shbarcelona català   blog shbarcelona español   blog shbarcelona français   blog shbarcelona english   blog shbarcelona russian   blog shbarcelona russian   blog shbarcelona   blog shbarcelona
Visite

3 sugestões para nunca ter saudades de Portugal

Escrito por Tiago Silva
Avalie este post

Ir de férias para o exterior não quer dizer que tenha de quebrar os hábitos portugueses. Por boas ou más razões, somos cada vez mais lá fora. A cada esquina ouve-se português, come-se um cozido à portuguesa ou fala-se sobre o Cristiano Ronaldo. Em Barcelona não se deve falar bem do nosso craque, dada a rivalidade, mas há ‘portuguesices’ por descobrir na ‘capital’ da Catalunha. As saudades são um sentimento muito português, mas com estas sugestões até o fado vai alegrar. Adeus, saudades!

1/ O Lusitano

Photo via Visualhunt.com

Photo via Visualhunt.com

Nada é (ou era) típico de Portugal do que a ‘mercearia do bairro’. Lá encontram-se os nossos famosos vinhos e queijos e alguns fumados. Há chá dos Açores e as nossas sardinhas premium. Situada no bairro de Poblenou, com acesso de metro, os sabores portugueses estão a passos de nos conquistarem. O projeto começou em 2009 a 30 de maio.

Horário
Quinta-Sexta:
17:30 – 20:30
Sábado:
10:30 – 14:00
17:30 – 20:30

2/ Nata Lisboa

Se a sua perdição é a pastelaria portuguesa então tem aqui um aliado para os seus lanches pós-siesta. O pastel de nata é rei, mas há mais para provar. Afinal, “o mundo precisa de mais doçura” é o lema desta casa. Enquanto conversa sobre Portugal pode ir da bica à ginjinha, passando pela nossa querida torrada e um refresco de verão feito de groselha para terminar em beleza. Tal como se a montanha não vai a Maomé, vai Maomé à montanha; se a nata não vai até si, vá você até à nata. Com sorte, este mês, por serem as Festas de Lisboa, pode encontrar sardinhas e caldo verde para reconfortar o apetite, e sangria para alegrar as noites quentes.

Horário:
Segunda-Sexta
08:00 – 20:00
Sábado, domingos e feriados
10:00 – 20:00

3/ Bacantoh

Photo via Visualhunt.com

Photo via Visualhunt.com

E se há sangria tem de haver bailarico: para ajudar nisso aproveite a asociação cultural da portuguesa Ana Leitão. Inicialmente uma companhia de dança tornou-se uma associação cultural dirigida pela bailarina. Lá pode encontrar aulas de dança contemporânea mas também experimentais. Não há cá danças de salão, o malhão ou uma marcha para coordenar, mas de certeza que esta portuguesa não lhe recusará um bailarico. Consoante os seus gostos é participar à boa maneira portuguesa.

Sobre o autor

Tiago Silva

Tiago é um escritor português formado em Jornalismo.

Deixe um comentário