blog shbarcelona català   blog shbarcelona français   blog shbarcelona castellano   blog shbarcelona russian   blog shbarcelona   blog shbarcelona   blog shbarcelona   blog shbarcelona
Visite

Distritos de Barcelona: Les Corts

Rodrigo
Escrito por Rodrigo

Cada canto de Barcelona tem uma peculiaridade que encanta seus moradores e atrai turistas. Sejam monumentos, cenários reservados aos melhores espetáculos ou áreas verdes, cada lugar da capital da Catalunha faz valer a pena uma visita. De todos os dez distritos barceloneses, o de Les Corts é um dos que mais encanto e fama possuem. Neste artigo de ShBarcelona, vamos mostrar um pouco mais dele.

Artigo relacionado: Distritos de Barcelona: Ciutat Vella

Grandes centros histórico-culturais

Formado pelos bairros de Les Corts, La Maternitat i Sant Ramon e Pedralbes, o distrito apresenta uma extensa variedade cultural, marcada, principalmente, pela presença de construções históricas de contrastada imponência arquitetônica. Conheça, a seguir, algumas delas.

Reial Monestir de Santa Maria de Pedralbes

O Monastério de Santa Maria, no bairro de Pedralbes, Les Corts

Foto por Visual Hunt

O mosterio de Santa Maria, localizado no bairro de Pedralbes, foi fundado pela rainha Elisenda de Montcada no século XIV, mais precisamente em 1327. Em seus quase 700 anos de história, o Reial Monestir de Santa Maria é um dos principais símbolos da vida monástica na Catalunha. Após dois séculos de deterioração das estruturas internas do monastério, levou-se a cabo, em 1844, um movimento, organizado por comitivas provinciais de construções históricas e artísticas, que tinha como finalidade a restauração do monastério. As obras de recuperação patrimonial foram iniciadas em 1877, sob a direção do arquiteto Joan Martorell. No século XX, uma parte do monastério de Santa Maria de Pedralbes passou a estar aberta ao público. Atualmente, encontra-se sob a tutela do Instituto de Cultura de Barcelona, e desde 2012, faz parte do Registro de Museus da Generalitat de Catalunya.

Centre d’Estudis Musicals A Tempo

Localizado no bairro de Les Corts, o Centre d’Estudis Musicals A Tempo dedica-se, desde 2003, ao ensino de música de alta qualidade e fina técnica. Há cursos para crianças de 3 – 4 anos de idade, como os que trabalham a sensibilidade musical, e cursos voltados para jovens que desejam seguir no mundo da música de modo profissional. O Centre d’Estudis Musicals A Tempo está localizado na Carrer de Lluçà, 56.

Artigo relacionado: Distritos de Barcelona: Sant Andreu

Outros recintos emblemáticos de Les Corts

Passear pelo distrito de Les Corts é um dos maiores prazeres que alguém pode ter. Pelo caminho, são encontrados locais perfeitos para uma leve caminhada pela tarde, centros esportivos, e ótimos estabelecimentos alimentícios. Confira, a seguir, um pouco mais sobre os lugares mais representativos de Les Corts.

Parc de Les Corts

Parc de Les Corts

Foto por Visual Hunt

Este parque é considerado o jardim do bairro Les Corts. As várias árvores ao lado do canal de água, com rústicos banquinhos ao redor, dão o toque de charme ao parque. Destaca-se, também, a escultura construída por Luis Gueilburt (1989), conhecida como Os Quatro Elementos. Essa escultura tem como referência o matémático Euclides, que tornou-se famoso por seus estudos no campo da Geometria.

Camp Nou

O estádio com maior capacidade de público da Europa encontra-se no bairro Les Corts. A casa do FC Barcelona está situada na Carrer Arístides Maillol, 12. O Camp Nou alberga dois pontos de grande visitação: o Museu e a FCB Megastore.

Restaurante Negro-Rojo

Trata-se de um restaurante com dois ambientes. No primeiro andar, são servidos pratos da culinária japonesa. No segundo, pratos variados da cozinha internacional. O Restaurante Negro-Rojo encontra-se na Avinguda Diagonal, 640.

O que acha do distrito de Les Corts?

Distritos de Barcelona: Les Corts
5 (100%) 1 vote[s]

Sobre o autor

Rodrigo

Rodrigo

Tradutor, professor de idiomas e redator do portal de notícias Aqui Catalunha, o primeiro em língua portuguesa exclusivamente dedicado à Catalunha.

Deixe um comentário