blog shbarcelona català   blog shbarcelona français   blog shbarcelona castellano   blog shbarcelona russian   blog shbarcelona   blog shbarcelona   blog shbarcelona   blog shbarcelona
Descobrir

O Castelo de Montjuïc

Rodrigo
Escrito por Rodrigo

A cidade de Barcelona possui numerosos monumentos e grandes construções arquitetônicas que contam a história do povo catalão. Por essa e outras razões, conhecê-los por meio de uma visitação turística nos aproxima um pouco mais da cultura local.

Imaginem, agora, um cenário com traços típicos da Idade Média, palco de grandes acontecimentos da Idade Moderna, e preservado como patrimônio cultural na atualidade. Para os amantes dos estudos históricos e dos jogos ambientados na época medieval, o Castelo de Montjuïc é o lugar perfeito para uma visita épica!

Um pouco de sua história

Por muito tempo, o Castelo de Montjuïc foi um palco bélico

Créditos de imagem: urgetopunt via VisualHunt / CC BY-NC-SA

Este castelo, na montanha de Montjuïc, teve sua construção iniciada em 1653. O rei à época, Felipe IV, desejava construir uma fortaleza militar para a cidade, e assim, proteger as entradas ao norte e ao leste da cidade. Cerca de meio século depois, o Castell de Montjuïc testemunhou um dos momentos mais marcantes de toda a história da Catalunha: a Guerra de Sucessão Espanhola (1702 – 1714). O dia 11 de setembro de 2014 foi o marco final da guerra, já que as tropas Bourbônicas conseguiram derrubar a última linha de resistência à ocupação francesa na Espanha, mais precisamente em Castilla: o Castell de Montjuïc foi tomado.

No século XIX, entre os anos de 1833 e 1843, a Espanha foi palco da Revolução Liberal. Em 1842, especificamente no dia 3 de dezembro, o regente Baldomero Espartero castigou a cidade de Barcelona com mais de mil bombardeios, em represália ao descontentamento e revolta dos catalães contra o autoritarismo do regime. O Castelo de Montjuïc foi utilizado como base de origem dos ataques. Em 1843, a cidade de Barcelona sofreu um novo bombardeio.

No século XX, durante o regime franquista, o Castelo de Montjuïc serviu de campo de concentração: milhares de prisioneiros de origem catalã tiveram suas vidas abreviadas naquele local. Entre as vítimas, destacou-se Lluis Companys, que à época, era o presidente da Generalitat de Catalunya.

Atualidade e visitações ao Castell de Montjuïc

Fosso do Castelo de Montjuïc

Créditos de imagem: flow14 via VisualHunt / CC BY-NC-SA

A história vivida e guardada pelo Castelo de Montjuïc, sem dúvida, nos faz entender o modo como os cidadãos de Barcelona pensam em relação a alguns temas. Hoje, a imponente e secular construção é um ponto turístico declarado Bem Cultural de Interesse Nacional (1988). O Castelo possui estruturas que encantam o olhar de todos os visitantes, como o terraço com a torre de vigilância, os bastiões, e o fosso. É possível ter uma visão panorâmica da cidade de Barcelona do alto do castelo, mais precisamente do lugar reservado aos canhões, apontados para o mar.

Para visitar as estruturas do Castelo de Montjuïc, e sentir de perto a história nua e crua dessa antiga construção militar, paga-se 5 €. A tarifa reduzida custa 3 €, e jovens de até 16 anos de idade têm entrada franca. Os visitantes que possuem o carnê Gaudir+BCN não pagam pela visita ao Castell

O Castelo de Montjuïc está aberto ao público de segunda a domingo, das 10h às 20h. Para encontrá-lo, basta ir ao endereço Carretera de Montjuïc 66, 08038.

O Castelo de Montjuïc
Avalie este post

Sobre o autor

Rodrigo

Rodrigo

Rodrigo é escritor, blogueiro e professor de catalão e inglês.

Deixe um comentário