blog shbarcelona català   blog shbarcelona español   blog shbarcelona français   blog shbarcelona english   blog shbarcelona russian   blog shbarcelona russian   blog shbarcelona   blog shbarcelona
Visite

A Torre Bellesguard

Imagem da Torre Bellesguard
Rodrigo
Escrito por Rodrigo

O que seria da cidade de Barcelona sem a genialidade de Antoni Gaudí? Logicamente, muito injustos seríamos se não citássemos outros arquitetos que deixaram suas marcas nos patrimônios culturais da cidade, como Lluís Domènech i Montaner.

Porém, o legado de Gaudí é maior e mais exuberante. Entre todas as criações e participações arquitetônicas de Gaudí, existe uma que é menos conhecida, mas não menos cativante.

Neste artigo de ShBarcelona, te levaremos até a Torre Bellesguard, obra gaudiana que ganhou vida em 1909. De todas as obras de Gaudí, qual é a sua favorita? Envie-nos um comentário!

Artigo relacionado: Expressões artísticas catalãs – parte 3: a arquitetura modernista

A verdadeira história de Bellesguard

Imagem de um dos bancos da Torre Bellesguard

Foto por Visual Hunt

A Torre Bellesguard está intimamente ligada à história da Catalunha. A região escolhida por Gaudí para a construção do monumento havia sido, entre os anos de 1408 e 1410, o local onde o rei Martí l’Humà passou seus últimos anos de vida.

O recinto monárquico era conhecido como Torre de Vall Blanc, com vista para o mar. Martí l’Humà foi o último rei da dinastia que governou o Condado de Barcelona.

A construção da Torre Bellesguard foi uma das expressões do sentimento catalão interiorizadas em Gaudí. De acordo com a tese de doutorado do historiador Josep M. Vall, o arquiteto se negou a falar em espanhol durante uma visita à Sagrada Família.

Bellesguard é uma espécie de homenagem à coroa catalã, cheia de símbolos que refletem o patriotismo catalão. Em um dos bancos da entrada da torre, podem ser vistas representações que remetem à época da última dinastia. Na parte superior da torre, vemos as cores da bandeira da Catalunha, pintadas em espiral.

Como nota final de curiosidade, vale a pena ressaltar que a Torre Bellesguard é, desde 1944, propriedade da Família Guilera. As visitas guiadas à torre são coordenadas pela família e pela empresa de gestão turística Advanced Leisure Services.

Artigo relacionado: As sete maravilhas de Barcelona

Visitando a Torre Bellesguard

Imagem da estrela de oito pontas da Torre Bellesguard

Foto por Visual Hunt

A arquitetura da Torre Bellesguard nos convida a uma viagem pelo mundo criativo de Gaudí e pela história catalã. O lustre da Sala dels Maons, por exemplo, tem o formato exato da coroa do rei Martí, mas invertido.

O banco do jardim, algo similar à forma do banco do Parc Güell, possui os símbolos da coroa real catalã.

Um dos detalhes mais chamativos do local é a estrela de Vênus, de oito pontas, localizada no vitral da janela da entrada principal. Não há explicação oficial para a escolha dessa representação geométrica.

De acordo com uma teoria, essa estrela seria uma analogia à deusa da fertilidade e do amor (Vênus). Ainda segundo essa teoria, o rei Martí teria pedido à divindade que pudesse ter um filho, que seria seu herdeiro.

Segundo outra corrente teórica, a estrela de oito pontas, presente em outras áreas da torre, representava a luta de Gaudí pelo renascimento da cultura catalã. Vale lembrar que a estrela de oito pontas simboliza, entre outras coisas, a ressurreição.

Toda essa simbologia e história da Catalunha, contidas em cada local da Torre Bellesguard, merecem ser vistas bem de perto. Neste endereço, você terá acesso detalhado aos tipos de visita (completa e com guia de áudio), com seus respectivos horários e preços.

A entrada de crianças com menos de oito anos de idade é gratuita. As visitações ocorrem de terça a domingo, das 10h às 15h. A Torre Bellesguard está situada na Carrer de Bellesguard, 20.

Já visitou a Torre Bellesguard?

 

A Torre Bellesguard
5 (100%) 1 vote[s]

Sobre o autor

Rodrigo

Rodrigo

Tradutor, professor de idiomas e redator do portal de notícias Aqui Catalunha, o primeiro em língua portuguesa exclusivamente dedicado à Catalunha.

Deixe um comentário